sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

Henrique von Zuccalmaglio

"Um homem e uma história"
Um dia um menino roubou uma fruta na cozinha de sua casa, por conta disso foi mandado um internato pra bem longe desta...
O tempo fez que esse menino se fizeste homem e corresse quase todos os continentes. Falesse cinco línguas, percorreu a America do Norte e depois veio ao Brasil .. a terra prometida pra muitos estrangeiros e pra fazer novas riquezas...( isto por volta de 1890..)
No Rio Grande do Sul, na cidade de Rio Grande, foi gerente do Banco Francês. Homem influente e provavelmente muito altivo como o povo de sua terra a Alemanha....
Nesta terra brasileira conheceu a senhora Margarida com teve uma bela familia, teve três moças e um primogenito gêmeo com uma dessa moças.
Assim é o iníco da família Von Zuccalmaglio no Brasil.
Bem, o tempo que viveu em Pelotas não foi muito longo.. e logo resolveu levar a familia pra Taquara onde teve uma olaria com um socio que não foi honesto com ele e roubou quase tudo o que tinha. Neste tempo ... a sua filha mais velha viria de volta ao Brasil ápos alguns anos estudando na Alemanha e um grave acidente se abateu sobre esta filha, foi "atropelada" pelo trem na estação já na sua volta em direção ao embarque de um navio ao Brasil...
A vida nestes tempos de 1928 não eram faceis pra esta família...
Em 1940 com a 2ª guerra Mundial novo caus se abateu ...
O velho Henrique foi preso por ser alemão em terras brasilis. Não bastava ter filhos brasileiros tinha que ser nato. Em tempos que o Brasil não se definia que lado devia lutar, era hora de tomar de quem eles achavam que eram contra o estado ou afavor daquilo que eles mesmo não tinham noção. O pouco que o Henrique ainda tinha foi lhe tomado .. a dignidade como homem como cidadão do mundo.
Após longos 3 anos ele foi solto , mas seus bens nunca foram devolvidos aos seus herdeiros.
Aos Seus filhos
 Valerie, Paula Bertha, Gertrudes e Oscar
A lembramça de um homem que deixou saudades e que sempre falou que sem educação e perseverança ninguem vai a lugar algum.
Sonhar é mais que preciso, é necessario pra conhecer seus proprios obejtivos e traças metas e se fazer vencedor.
Ao meu bisavó que nunca vi nem em foto
mas que me orgulho de sempre lembrar
A minha avó mãe de minha mãe que tinha orgulho deste pai, que teve que dar cada um deste filho educados por pessoas diferentes por varios problemas, fez que todos o lembrassem dele com uma certa ternura ao mesmo tempo temor.
Henrique, que sua lição de vida continue sendo lembrada até a sua ultima geração.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Lendas e histórias

Todos os dias escuto histórias e algumas lendas sobre fatos ou coisas intrigantes. Coisa que muitas vezes não acredito .. ou penso em não acreditar.
Eu também tenho muitas histórias fantasticas que pra mim já viraram lendas...
Todos os dias que chego no ao Barrashopping a primeira coisa que faço é observar as montanhas da Floresta da Tijuca, na sua face leste, logo a minha esquerda. Do outro lado esta o Maciço da Pedra Branca, zona oeste, logo a minha direita. A imagem da floresta da tijuca de cara para pedra da Gavéa e a Pedra Bonita, são algo reconfortante e sempre surpreendente. Ontem a paisagem estava limpa de nuvens pela manham. Hj tudo estava encoberto. Isso me deixou meio triste.
As montanham são parte da minha história pesssoal de vida.
Lembro smepre de uma vez que começamos uma caminhada chamada Represa dos Ciganos, uma pequena travessia, que ia do alto da Tijuca até a estrada Grajáu-Jacarépagua. O Dai começou com muito sol, mas no meio do caminho caiu uma serração muito forte que não viamos nada além de um palmo na frente do nariz... bem na tentativa ianda de chegarmos até o outro lado continuamos andando... a chuva veio forte, muito forte igual a de ontem a noite, só que ao meio dia, lembro de escutar muitas árvores caindo e muitos barulhos estranhos, fiquei muito apreensiva. com a chuva a serração diminui um pouco .. mas ainda estava muito dificil de andar no meio da floresta. Resolvemos parar numa clareira e esperar um pouco, uma das pessoas do grupo me ofereceu um gole de wisky, não aceitei. O frio já era sentido graças as roupas completamente enchacardas. Após uns 20 mim, resolvemos voltar de onde viemos. Sem muito nos lamentar, mas preocupadas para que nã ocaisse nunhuma árvore sobre nós ou tivesses que desviar de alguns animal assutado com a chuva....
Sim, após 1 horas de descida, chegamos de onde partimos. E por incrivel que pareça estava tudo seco, nem uma gota de chuva ou sinal de neblina.... Lenda? Não.
Pa completar isso ainda conseguimos uma carona muito doida de um micro onibus limpinho que parou pra nós e nos deixou na praça Sans Pena.
Bem se ontem eu cheguei em casa como um pinto molhado, na ocasião desta caminhada eu cheguei igual a um peixei, só faltou o áquario... srssrrs
Outro dia lembro de outras histórias incriveis

quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Com o tempo se esvai...

Lá fora faz um sol quente e profundamente alegre para mais uma quinta feira.
Aqui dentro, na sombra e no poder do ar condicionado, no abrigo das intempestades do mundo lá fora, fico na espera do Sol que venha alegrar dentro de mim.
Dias vem e vão como as ondas do mar, uns dias são fortes e intensos e outros calmos e aprazíveis... Assim como as ondas que vão escavando as rochas da encosta e as que ficam submersas no oceano, assim são os dias que vão consumindo nosso corpo e o nosso espírito; lapídando nosso ser.
Com o tempo tudo se esvai, se torna pó e deixa de existir. Vira areia da praia onde talvez nunca ousaremos pisar...
O Amor também se esvai com o tempo se não for bem cuidado.
As amizades também, se não forem verdadeiras o tempo as derruba.
Se o desejo não for sincero, o tempo condensa.
Se a felicidade não for no instante em que se torna real, ela nunca existirá na sua vida.
O Tempo há tudo compensa, transforma. Mas não consegue conservar nem o cheiro e nem o sabor da fruta e nem do amor.
Fica seco.
Perece.
Eu ainda to aqui na espera do poder da conservação terrena, quando tudo que plantamos realmente dê frutos bons e se encarregue de gerar novas arvores.
Levemos nossos corações aos altos e entreguemos ao serviço do amor pleno para que consigamos conservar o que ainda nos resta.
Desejo a todos um Natal Iluminado.
Que o maior presente, não seje aquele que vc mais desejou ganhar, mas o inesperado aquele que no seu interior foi suprimido e que alguém ou alguma coisa trouxe até vc.
Seja este presente a nova vida, o renascimento. Seja um novo amigo, seja um novo desafio. Seja uma nova colheita. Seja um novo amor, seja um novo filho, seja um novo genro, seja uma nova nora. Seja um novo projeto, seja uma casa. Seja um novo abraço, seja um novo beijo , seja apenas um novo sorriso. Seja apenas uma supresa que não cabe em bolso nenhum.
Pax et buon
Aos meus amigos
Lembrem-se
Que a maior coisa nesta vida são verdadeiras amizades e elas são somente reconhecidas nas grandes atribulações e nos momentos mais felizes.

terça-feira, 4 de dezembro de 2007

O que faz você feliz?

O que faz vc feliz?!
A lua, apraia, o mar
Uma rua, passear
Um doce, uma dança, um beijo,
ou goiabada com queijo...

Afinal, o que faz vcoce feliz?
Chocoalte, paixão, dormir cedo
Acordar tarde, arroz com feijão, matar a asudade
O Aumento, a casa , o carro que você sempre quiz
ou são os sonhos que te fazem feliz?!
Domir na rede , matar a sede, ler ou viver um romance...

O que faz você feliz
Um lápis, uma letra, uma boa conversa
um cafuné, café com leite, rir à toa
um passaro, um parque, um chafariz
ou será o chorô que te faz feliz?

A pausa pra pensar
Sentir o vento, esquecer o tempo
o céu, o sol, um som
a pessoa ou o lugar...

Agora me diz o que faz você feliz?!!
Anonimo
by Sandra Nunes
A poesia pergunta o que te faz feliz, talvez diga que são os lugares que mais me tem feito feliz neste ultimos anos, são os lugares que contam as minhas histórias.
As pessoas tb tem me feito feliz, mas muitas tb tem me feito muito triste tb....
Ainda fico com os lugares e os seus prazeres e as historias que cada um conserva.
PAX ET BUON

segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

Fim do Ano

Está chegando o fim do ano. Pra alguns um tempo próspero, cheio de luzes e de compras compulsivas, comárvores de Natal, Papai Noel, presentes, fartura de comida, nozes, passas e outras guloseimas quentes que não combiana em nada com o calor do Verão que se proxima logo em seguida ....

Não tenho como ter raiva desse periodo, mas tenho sim uma raiva dessa mania de achar que natal é apenas uma festa e presentes e comida.

Sei que muitos não acreditam em Deus ou em Cristo, também há os que não acreditam em nada que não seja material ou matematico.... Que visão simplista da vida que essas pessoas tem? Não sei, também não conseguirari aqui dar conta da discução tão ampla.

Pra mim entro no periodo de advento deNatal.. ou no periodo que antecede o nascimento de Cristo, muitos comemoraram o dia de Ação de Graças agora, como também retribuem gestos de carinho e de favores realizados com a famosa frase - Boas Festas! - Que tenha um bom Natal!-

Afinal, o que muitos comemoram neste fim de Ano?

Eu comemoro o renascimento, o poder de renascer no novo ano cristão, de tentar renascer por dentro , de renovar os meus laços pra comigo e para com Deus.

E os Não cristão com Isso?

Não sei nem pq comemoram... e como se comemoracem o Purim, mesmo sem saber o que é e nem o motivo do feriado Judaico.

Tem Cristão hj que não comemora mais o Natal, e reiventaram uma nova data pro Natal, na tentativa de afastar a ideia do consumo e de toda essa bugiganga q compramos de fora - Papai Noel- Neve - comida quentes- .....

Moro numa cidade que pede saladas o ano inteiro, que combina com sucos naturais, com lanches rápidos, com aperitos leves salgadinhos ou levemente agridoce. Com um personagem que ande de prancha de surf ou de skate... leve - sem ser sarado- com roupas muito coloridas- num espirito de Natureza e vegetariano...

Talvez esteja exagerando.... Mas é num bom sentido.

Sobre o Nascimento- nada muda - não importa o tempo e onde ele nasceu- ele mudou toda a Historia do lado ocidental do mundo e fez que muitos e muitos acreditassem no AMOR.

Sou Cristã sim e com orgulho! Comemoro o Natal sem árvore e sem Papai Noel, sem comidas estravagantes e sem ficar esperando presentes.

Faço questão nesta epoca do Ano de lembra de todos, todos mesmo que conheci durante o Ano, sei que muitas vezes acabo esquecendo. Esqueço sou humana .. ainda não consegui me assemelhar ao Pai. Tento .. fazer cartas e cartões a todos na esperança de se fazer lembrar quem andou esquecido ou quem por algum motivo qualquer tenha sido esquecido por mim durante o ano.

Podem me achar doida, mas o melhor presente é o de saber que estamos vivos e que somos amados de alguma forma.

Pax et buon

Que o Senhor Resplandeça seu Rosto sobre e nós dê a Paz!


Que tenhamos todos um mês de Ações de Graça e reconciliação para consoco e para com os nossos. Que tenhamos as semanas de advento repletas de fraternidade.

ELZ


Juanes – Fotografia

Juanes – Fotografia

Cada vez que yo me voy
Llevo a un lado de mi piel
Tus fotografías
Para verlas cada vez
Que tu ausencia me devora entero el corazón
Y yo no tengo remedio más que amarte

Y en la distancia te puedo ver
Cuando tus fotos me siento a ver
Y en las estrellas tus ojos ver
Cuando tus fotos me siento a ver

Cada vez que te busco te vas
Y cada vez que te llamo no estás
Es por eso que debo decir que tú sólo en mis fotos
Estás

Cuando hay un abismo desnudo que se opone entre los dos
Yo me valgo del recuerdo taciturno de tu voz
Y de nuevo siento enfermo este corazón
Que no le queda remedio más que amarte

Y en la distancia te puedo ver
Cuando tus fotos me siento a ver
Y en las estrellas tus ojos ver
Cuando tus fotos me siento a ver

Cada vez que te busco te vas
Y cada vez que te llamo no estás
Es por eso que debo decir que tú sólo en mis fotos
estás

Cada vez que te busco te vas
Y cada vez que te llamo no estás
Es por eso que debo decir que tú sólo en mis fotos
estás

Cada vez que te busco te vas
Y cada vez que te llamo no estás
Es por eso que debo decir que tú sólo en mis fotos
estás



Juanes - Fotografia (tradução) Juanes (nelly Furtado)

Cada vez que eu me vou
Levo junto da minha pele
Suas fotografias
Para vê-las cada vez
Que a tua ausência Vem devorar o meu coração
E eu não tenho outro remédio, senão amar-te...

E na distancia eu posso te ver
Quando tuas fotos me ponho a ver
E nas estrelas seus olhos vêm
Quando tuas fotos me ponho a ver

Cada vez que te procuro, te vais
E cada vez que te chamo não está
É por isso que volto a dizer, que somente em minhas fotos estás

Quando há um abismo profundo que se coloca entre nos dois
Eu me apoio na lembrança silenciosa da tua voz
E novamente sinto doente este coração
Que não tem outro remédio a não ser amar-te

E na distancia eu posso te ver
Quando tuas fotos me ponho a ver
E nas estrelas seus olhos vêm
Quando tuas fotos me ponho a ver

Cada vez que te procuro, te vais
E cada vez que chamo não estás
É por isso que volto a dizer
Que tu só nas minhas fotos estás..

Cada vez que te procuro, te vais
E cada vez que chamo não estás
É por isso que volto a dizer
Que tu só nas minhas fotos estás.

Cada vez que te procuro, te vais
E cada vez que chamo não estás
É por isso que volto a dizer
Que tu só nas minhas fotos estás..

quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Leo Jaime - Nada Mudou

Ela me dá um beijo na testa
E quer que eu tenha um dia legal
Mas se quiser eu posso ver nas ruas
Senhores, escravos, nada é real


Todo mundo me diz: bom dia
Todo dia sempre igual
Crianças pedem nas janelas do carro
Até nas noites de Natal

Ou, ou, ou, ou nada mudou

Se ela quer o sétimo céu
Vai ter de subir degrau por degrau
Os melhores momentos do mundo
Não são manchetes de jornal

Os velhos jogam damas na praça
Professores de tudo que é dor
Fingindo esconder a falta
Que faz viver um grande amor

Ou, ou, ou, ou nada mudou


Já tem um tempo que esta música já foi escrita, talvez uns vinte anos...?... Não sei.


O que sei que esta letra continua tão atual quanto no tempo que foi escrita. As pesssaos continuam esperando uma mudança de fora pra dentro, esquecem que maior mudança é feita de dentro pra fora. A mudança começa em nós. Quando nós percebemos que podemos fazer mais do que apenas olhar e lamentar. Somos capezes de mudar, de corrigir, de identificar, de melhorar tudo , isso sem destruir o outro.

As vezes isso soa falso, soa como se nunca pudesse acontecer, soa como um blindar de sino quebrado.

Talvez a minha esperança seje muito grande e o meu desejo de melhoramos seje maior ainda e realmente me faça acreditar que todos podemos ser felizes.
A Felicidade ainda mora ao lado e ela no acena com as mãos abertas e os olhos cheios de lagrimas

terça-feira, 27 de novembro de 2007

Paulo César Pinheiro - Nomes De Favela

PAULO CÉSAR PINHEIRO

O galo já não canta mais no Cantagalo
A água já não corre mais na Cachoeirinha
Menino não pega mais manga na Mangueira
E agora que cidade grande é a Rocinha!

Ninguém faz mais jura de amor no Juramento
Ninguém vai-se embora do Morro do Adeus
Prazer se acabou lá no Morro dos Prazeres
E a vida é um inferno na Cidade de Deus

Não sou do tempo das armas
Por isso ainda prefiro
Ouvir um verso de samba
Do que escutar som de tiro

Pela poesia dos nomes de favela
A vida por lá já foi mais bela
Já foi bem melhor de se morar
Mas hoje essa mesma poesia pede ajuda
Ou lá na favela a vida muda
Ou todos os nomes vão mudar

Beth Carvalho - Olho Por Olho


A justiça dos homens
Condena a bigamia
Nenhuma mulher pode ter dois Josés
Nenhum homem ter duas Marias (por isso)

Dente por dente
Olho por olho
Se tentar me enganar
Bota a barba de molho (eu falei)

Você que se diz malandro
Malandro você não é
Porque não existe homem malandro pra mulher

Você já fez a primeira
Mas a segunda não faz
A partir de hoje os direitos são iguais (eu falei)

Dente por dente
Olho por olho
Se tentar me enganar
Bota a barba de molho (eu falei)

Diz o velho ditado
Com muita sabedoria
Gato escaldado sente medo de água fria

Meu amor vê se manera
Não é hora de brigar
Dançou fora do compasso eu pra lá você pra cá (e por isso)

Dente por dente
Olho por olho
Se tentar me enganar
Bota a barba de molho

sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Dodoí.

É, hoje to doente. Com dor no corpo e na garganta e com muita vontade de durmir.
Queria mesmo um pouco de sossego barato desses de quanda a gente chega em casa liga a tv e dorme e não liga se o dia seguinte tem outra coisa importante pra fazer.
Descançar na minha cama quente com alguem fazendo cáfune ou massagendo os meus pés. Falando qualquer coisa sem muita importancia.
Onde vc se esconde que o meu corpo não me aquece ?
Cadê o alento dos versos que vc escreve e não recita ao meu ouvido?
Em que tempo canta a sua alegria que por muitas vezes não canta aos meu lado?

Me abrace!
Abrace-me !
Me aqueça !
Aqueça-me!
E faça adormecer no teu colo quente
sob o teu olhar doce e sereno.
Aquieta o meu coração impulsivo e assentar que os meus sonhos
logo serão realidade
....

O tempo continua chuvoso.
Os cariocas não gostam de chuva
Não gostam de dias nublados. Não gostam de ficar com os pés molhados, já que só andam de sandalias.
Todos querem dias ensolarados não muito quentes pra aproveitar a praia e sentirem que moram num cidade banhada de mar por todo lado.
Amo essa cidade demais ! Tb não gosto de tanta chuva assim... mas ela mesmo chuvosa e nublada continua linda e maravilhosa .
O Rio de Janeiro é uma mulher saliente e cheia de curvas. Morena . De olhos violeta e com um sorriso quase vitrificado. Mas como toda mulher, precisa ser muito bem cuidada pra continuar linda e exuberante ...
Continua linda por fora mas por dentro ta cheia de doenças ....
Incuraveis . Que pelo jeito ela mesma não sabe.
Seus homens não se cuidam e acabam deixando ela cada vez mais corrosiva por dentro.

segunda-feira, 12 de novembro de 2007

E aí, o que vai fazer ???

Hoje novamente esta chovendo nesta linda cidade.
To aqui no espaçode trabalho matanto o tempo precioso que muitas horas me falta.
Infelizmente não estou muito inspirada pra recitar hoje.
Estou apreensiva com o tempo e com todo o decorrer desta semana.
Se vai fazer frio ou se vai esquentar.

Sei que será mais um finds exclusivo pra mim.
sozinha

Isso soa como provocação
Pra ambos os lados

Tantos paras moças de plantão
Quantos os moçoilos resabiados....

Mas também não quero falar sobre isso.
Cada um sabe de sí o suficiente pra saber o que e o que não pode.
Quem sou eu para ímpor limites aos desejos alheios?
Sei dos meus desejos e o que preciso pra ser feliz ...
como dizem :
"A felicidade mora ao lado"

Estou tranquilo com meu par
que seja breve

segunda-feira, 5 de novembro de 2007

Com tempo

Esses dias tem sido muito agitados pra mim. Há uma falta de tempo quase generalizada. Apesar que teve recentemente um feriado prolongado e pude ficar algumas horas sem fazer absolutamente nada (ai que maravilha!); hoje me encontrei cansada, fatigada, doentia ....
Queria mais tempo, tempo de rélogio, ou de descanço ou quem sabe um tempo paralelo ao tempo que hoje vivo...
São tantas as coisas para colocar em dia, que eu mesma não estou conseguindo colocar os meus desejos em dia comigo.
O tempo é senhor das coisas.
Eu sou serva deste Tempo.
Escuro
Claro
Tenro
Fraterno
Denso
Morbido
Desigual
e por fim
Fúlgido das palmas da minha mão.

Quero ter consigo algo que o Tempo não destrua
O vento não abale
Que o Mar não consuma
que a Terra não extingua
Mas condensse e vire novamente Terra e montanha.
Mãe...
Aconselha a tua filha a ficar sob tua sombra mas ela esquece a proteção que a tem e vai ao Mundo como nada pudesse se opôr.
Guarda Mãe, sua filha
não pra si mas para o mundo.
Revele que atrás da montanha se guarda o sol e no final do horizonte no mar se deita a Lua. E mesmo que ambos se procurem, pouco é o tempo que eles se vêem no ceú juntos.

Com tempo
só com tempo
pode se apreender e reaprender a viver sem medo de amar
ELZ

quinta-feira, 1 de novembro de 2007

691 Expresso - Meier -Alvorada


Uma questão de cidadania e consciência sobre transporte urbano, via a linha 691.

obs.: o horário do ônibus se encontra no fim da página.
Não é um simples ônibus urbano, que leva e trás gente de um lugar ao outro da cidade. Ele tem caracteristicas iguais aos muitos onibus da cidade do Rio de Janeiro, tal como ter poucos carros na linha, sempre em horários de rash estarem muito lotados; a tal ponto que ninguém consegue se mexer dentro deles.

Contudo, é uma linha que tem história pra contar. Ela surgiu junto com a abertura da linha amarela, mas como no início da via expressa não podia circular ônibus urbanos, o circuito desta linha era a pela Grajaú-Jacarépagua. A responsável  na epóca pela manutenção dos carros na linha era a empresa Transurb. O tempo passou e logo a Linha Amarela se tornou acessível aos transporte público, possibilitando a mudança do trajeto original da linha. Tão logo o trajeto que ia pela Grajaú-Jacarepagua foi sendo extinto de vez.  Dentro deste contesto, surgiu uma divisão da linha 691, a via Comum que vai pela Freguesia, passa na Merck, pega Cidade de Deus e por fim volta a linha Amarela e o Expresso que vai direto pela linha Amarela até a Cidade de Deus onde volta a parar.

Esta linha, já não basta ter dois intinerarios distintos, não ter um horário correto pra saída dos ônibus, ela ainda conta ser operada por duas empresas de transporte a TRANSURB e a REDENTOR. Isso acaba causando uma briga empresarial entre a quantidade de passageiro que cada uma carrega, qual é mais rápida, qual anda mais "vazia", e por fim fazendo o seus clientes - os passageiros infelizes - de sempre contar com a sorte de ter bons fiscais e a sorte dos motoristas terem muito bom senso ....

A verdade que de noite eles colocam ainda menos ônibus expressos  em circulação, com um intervalo maior que no horário da manhã ... o que complica ainda mais o animo e a disposição das pessoas que precisam deste transporte público urbano.

Infelizmente essa realidade não é só do 691 Expresso mas de outras linhas de transporte urbano terrestre.
Existem outras linhas na cidade que também sofrem por terem mais de um intinerário e as empresas que ficam sob a guarda da linha não mantêm um horario correto destas chamadas linhas extras circularem, fazendo que muitas vezes o passageiro pegue o tal por engano ou fique muitas horas a espera do mesmo. É fato ciente que a rede de transporte público urbano carioca precisa de uma "repaginada", que se faça novas licitações e surjam novas empresas de ônibus, novas linhas ou que a prefeitura planeje e execute um novo plano de transporte urbano para o Rio, com até novos meios de transporte.
Quem sabe um dia a cidade do Rio de Janeiro volte a ser movida a bonde eletrico e a toda circunscrita por metro de subsolo. E a Barra da Tijuca volte a ser uma área de reserva Florestal...

Mas isso é puro Delírio!!
As autoridades do transporte da cidade ganham muito dinheiro encima do caos urbano;
E nós continuamos achar tudo muito Lindo !
E assim continua Maravilhosa!

Atendendo a necessidade das buscas sobre os horários do 691 expresso:
Pela manhã: a partir das 5:20 até 8:45,saindo do ponto final no intervalo de 10 a 15 mim entre um carro e outro. Saindo do Meier, não há inverso.
De noite saindo do Terminal Alvorada a partir das 17:00 até 22:20, contudo o intervalo entre 17 e 21 horas o intervalo de saída dos onibus são de 15 a 25 minutos. Depois das 21hs o intervalo passa para de 30 a 40 mim. Também neste horario não tem do Meier para Barra.
Obs.; pode ter havido algumas alterações nestes  horários e intinerario, até porque não estou mais trabalhando na Barra.

sexta-feira, 26 de outubro de 2007

Temporal


Ufa!!

Enfim consegui dar as caras por aqui!

Este periodo fui muito corrido pra mim e com pouco tempo para ficar aqui ao meu deleite social.

É bem verdade que estou cheia de novas histórias pra contar. Mas infelizmente hoje não vou poder contar nem a metade do que gostaria de escrever pra vocês.

Contudo, posso afirmar que o temporal que caiu na quarta feira desta semana mudou o cenario da cidade maravilhosa...

O Rio de Janeiro tem o seu sitio urbano de implantando no meio de um pantano. Isso quer dizer que todo o terreno que se faz nas cercanias do Centro a Zona Oeste são areas de aterro. Construção encima de aterro .. requer muito mais cuidado com o processo de escoamento de águas tanto das chuvas quantos dos rios. Como também sabemos que toda a area da praça da Bandeira era um imenso mangue.

Opa! isso é novidade !

Claro que não!

Toda a extensão da cidade que pega a Francisco Bicalho e a Praça da Bandeira .. até aquela area que é proxima a Rodoviaria (que é um lixo, diga-se de passagem) era um imenso Mangue, que foi aterrado, sem muito cuidado, sem elevação do terreno suficiente para fazer um bom escoamento das aguas fluviais. Pobre rio Maracanã! Pobre canal do Mangue!!

A cidade era cerdada de de pequenos lagos; que também foram aterrados.

Hoje se sofremos com tanta enchente e queda de barreiras e quedas de partes do morros da cidade deem graças a uma única coisa: a falta de ordenamento do desenvolvimento da cidade !

O Rio de Janeiro cresceu nos ultimos 40 anos de uma forma desordenada e sem um projeto de de urbanização que acompanahasse o ritmo de desenvolvimento urbano.

Apesar do projeto da Barra da Tijuca .. ser muito bonito de cima pra baixo, ele não teve o acompanhamento da infraestrutura basica de uma cidade contemporanea. O que quero dizer com isso é que depois que se contruiu as ruas e asfaltou , e vieram os empreendimentos imobiliarios avidos por uma novissima Zona Sul da cidade, esqueceram de colocar sanenemto basico, instalação de rede de esgoto e água, rede eletrica e todo o suporte de saúde e educação (hospitais publicos e escolas publicas) e mais a area de dos trasiuntes pudesse se locomover de um canto ao outro sem depender de CARRO.

Vejo hoje a Barra como a mais nova zona Central da cidade, pois todos os grandes redes de prestação de serviços e de concentração de renda se encontra nesta nova area da cidade. Também hoje há um esvaziamento de toda area do centro da cidade .... onde tudo começou... aparecendo com uma nova caracarteristica: o surgimento de uma nova area de educação - são inumeras as faculdades particulares que alugaram os predios esvaziados das grandes empresas Barristas, e mexendo com todo o sistema de locomoção da população em direção aos novos posto de trabalho na zona oeste.

Porem, ainda é no Centro que guarda o maior mercado popular da cidade o SAARA!

Bem, o Temporal fez vitimas e eu quase fiquei a pé.

A cidade parou. A Zona sul parou e a praça da Bandeira como sempre ficou imundada.

O maior tunel da cidade ainda esta fechado. O caos urbano ainda sera sentido pelos proximos 5 dias.

E eu ainda contarei as historias desta brilhante 4ª feira em que a cidade novamente parou por causa da chuva.

Fico por aqui nesta 6 feira mal iluminada e ainda chuvosa, mas fleiz de poder estar dividindo este conhcimento com vcs!

Abraços

quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Wilson Simonal - Nem Vem Que Não Tem

Nem vem que não tem
Nem vem de garfo que hoje é dia de sopa
Esquenta o ferro, passa minha roupa
Eu nesse embalo vou botar pra quebrar
Sacudim, sacundá, sacundim, gundim, gundá!

Nem vem que não tem
Nem vem de escada que o incêndio é no porão
Tira o tamanco, tem sinteco no chão
Eu nesse embalo vou botar pra quebrar
Sacudim, sacundá, sacundim, gundim, gundá!

Nem vem, numa casa de caboclo, já disseram
Um é pouco, dois é bom, três é demais!
Nem vem, guarda seu lugar na fila
Todo homem que vacila, a mulher passa pra trás!

Nem vem que não tem
Pra virar cinza minha brasa demora!
Michô meu papo, mas já vamos'imbora!
Eu nesse embalo vou botar pra quebrar

Sacudim, sacundá, sacundim, gundim, gundá

-Pessoal não tentem interpretar essa música !
eu gostei dela por ela tem um ritmo muito legal. Quem puder ouvi-la, tenham o prazer! Ela é engraçada e tem espirito dancante.
beijos em todos.

Seção Legião Urbana

Legião Urbana - Vento No Litoral legiao urbana
De tarde quero descansar, chegar ate a praia e ver
Se o vento ainda está forte
E vai ser bom subir nas pedras
Sei que faço isso pra esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando tudo embora

Agora está tão longe
Vê, a linha do horizonte me distrai:
Dos nossos planos é que tenho mais saudade,
Quando olhávamos juntos na mesma direção

Aonde está você agora
Além de aqui dentro de mim?

Agimos certo sem querer
Foi só o tempo que errou
Vai ser difícil sem você
Porque você está comigo o tempo todo
E quando eu vejo o mar,
Existe algo que diz,
Que a vida continua
E se entregar é uma bobagem
Já que você não está aqui,
O que posso fazer é cuidar de mim
Quero ser feliz ao menos
Lembra que o plano era ficarmos bem?

- Ei, olha só o que eu achei: cavalos-marinhos
Sei que faço isso pra esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando tudo embora

Legião Urbana -
O Mundo Anda Tão Complicado
Renato Russo
Gosto de ver você dormir
Que nem criança com a boca aberta
O telefone chega sexta-feira
Aperto o passo por causa da garoa
Me empresta um par de meias
A gente chega na sessão das dez
Hoje eu acordo ao meio-dia
Amanhã é a sua vez
Vem cá, meu bem, que é bom lhe ver
O mundo anda tão complicado
Que hoje eu quero fazer tudo por você.
Temos que consertar o despertador
E separar todas as ferramentas
A mudança grande chegou
Com o fogão e a geladeira e a televisão
Não precisamos dormir no chão
Até que é bom, mas a cama chegou na terça
E na quinta chegou o som
Sempre faço mil coisas ao mesmo tempo
E até que é fácil acostumar-se com meu jeito
Agora que temos nossa casa
é a chave que sempre esqueço
Vamos chamar nossos amigos
A gente faz uma feijoada
Esquece um pouco do trabalho
E fica de bate-papo
Temos a semana inteira pela frente
Você me conta como foi seu dia
E a gente diz um p'ro outro:
- Estou com sono, vamos dormir!
Vem cá, meu bem, que é bom lhe ver
O mundo anda tão complicado
Que hoje eu quero fazer tudo por você
Quero ouvir uma canção de amor
Que fale da minha situação
De quem deixou a segurança de seu mundo
Por amor

terça-feira, 16 de outubro de 2007

Paula Toller - À Noite Sonhei Contigo


À noite sonhei contigo
E não tava dormindo
Justo ao contrario
Estava bem desperto

Sonhei que não fazia
O menor esforço
Para que te entregasses
Em ti já estava imerso

Que lindo que é sonhar
Sonhar não custa nada
Sonhar e nada mais
De olhos bem aberto
Que lindo que é sonhar
E não te custa nada mais que tempo

Sofrer com tanta angústia
Por coisas tão pequenas
Gastar essa energia
Assim não vale à pena

Quem me dera me livrar
Pra sempre de mim mesmo
E só me reencontrar
Lá no teu doce abismo
Que lindo que é sonhar
Sonhar não custa nada
Sonhar e nada mais
De olhos bem aberto
Que lindo que é sonhar
E não te custa nada mais que tempo

Danni Carlos - Coisas que Eu Sei

Eu quero ficar perto
De tudo o que acho certo
Até o dia em que eu mudar de opinião
A minha experiência
Meu pacto com a ciência
Meu conhecimento é minha distração

Coisas que eu sei
Eu adivinho sem ninguém ter me contado
Coisas que eu sei
O meu rádio relógio mostra o tempo errado
Aperte o play
Eu gosto do meu quarto
Do meu desarrumado
Ninguém sabe mexer na minha confusão
É o meu ponto de vista
Não aceito turistas
Meu mundo ta fechado pra visitação

Coisas que eu sei
O medo mora perto das idéias loucas
Coisas que eu sei
Se eu for eu vou assim não vou trocar de roupa
É minha Lei
Eu corto os meus dobrados
Acerto os meus pecados
Ninguém pergunta mais depois que eu já paguei
Eu vejo o filme em pausas
Eu imagino casas
Depois eu já nem me lembro do que eu desenhei

Coisas que eu sei
Não guardo mais agendas no meu celular
Coisas que eu sei
Eu compro aparelhos que eu não sei usar
Eu já comprei
Ás vezes dá preguiça
Na areia movediça
Qto mais eu mecho mais afundo em mim
Eu moro em um cenário
Do lado imaginário
Eu e saio sempre quando eu tô afim

Coisas que eu sei
As noites ficam claras no raiar do dia
Coisas que eu sei
São coisas que antes eu somente não sabia...

Agora eu sei

Jay Vaquer - Longe Aqui

Os pais de sua namorada exigiram o fim daquela relação
que já durava cinco meses de muito carinho e
reprovação

Sempre que se chateava cortava os braços com gilete
pra chamar à atenção
Tinha carência afetiva, achava que seus pais gostavam mais do irmão . . .

Um dia olhou pela janela, imaginou como seria o seu
vôo até o chão
Mas quando pensou na sujeira que ela causaria..
desistiu, foi ver televisão


Tinha que engravidar, criar, envelhecer, morrer como
todos esperavam


Tinha que renunciar, agradar, obedecer, vencer como
todos desejavam

Até que ela partiu
Ela partiu pra bem longe
Pra distante o bastante pra suportar

Ela partiu
Ela partiu pra bem longe
Tão distante parada no mesmo lugar
(onde nunca deixou de estar)

Ela partiu ....

Ela partiu ao meio

Ensaiou o que diria se um dia fosse "artista homenageada no Faustão"
Enxugaria as lágrimas, abraçaria amigos
e a mãe teria o seu perdão

Voltando a realidade,
ela encontrava um quadro que não tinha muita solução

Se achava velha, muito nova, gorda ou muito feia Sempre inadeqüada pra situação
Ela partiu.

Periodo perfeito

A Semana é um periodo perfeito.
Sem erro, nem mais e nem menos pra organizarmos o nosso tempo.
O meu tempo é todo o que consumo pra saborear a vida que cabe dentro deste corpo minuto.
O teu tempo é o que você faz pra driblar e conquistar teus nobres sonhos de menino.
Quero uma semana inteira para contar todos nossos sonhos que queremos juntos realizar.
Uma semana completa de Domingo a Sábado, com feriado, com Sol, com Chuva e com todos os nossos desejos.
Tocando em nossos corações as valsas de todas as emoções que nos faça construir um castelo de Luz para guardar todos os sonhos que ainda teremos.
A Semana será o nosso tempo
Será o tempo
Perfeito pra realizar
todos os nossos
Sonhos de tempo perfeito.
Ao meu amor
os Sonhos
a sua razão
a Semana.

terça-feira, 9 de outubro de 2007

Um lugar lá longe tem o coração de mais alguem...

Há um lugar onde se esconde o coração de alguem
há um destino a me guiar
Um navio pra navegar entre os mares nunca trafegados
Um trem a me levar nos trilhos dos misterios
Um avião pra voar nas nuvens da ilusão
E um caminho a trilhar com os pés descalços a chegar
aonde se guarda todo o amor
que se tem pra se ganhar e pra se dar
Esse lugar ali tão longe
é tão perto
quando se percebe que
encontrou o tudo que procurava
o Amor do bem amado.

quinta-feira, 4 de outubro de 2007

Zeca Baleiro - Eu, Você E A Praça

Encostei o meu carro na praça
E você, um tanto sem graça,
Sorriu pra mim
Sem querer eu olhei em seus olhos
Sem saber segurei suas mãos
E começou assim
Um longo silêncio entre nós
A sua presença calou minha voz
Tanta coisa eu tinha guardado
Pra lhe dizer
Mas não disse nada
Encostei o meu corpo no seu
E um novo desejo nasceu
Entre nós dois
Seus carinhos me deixavam louco
Nosso tempo era curto e tão pouco
E deixamos pra depois
Um longo silêncio entre nós
A sua presença calou minha voz
Tanta coisa eu tinha guardado
Pra lhe dizer
Mas não disse nada
Preciso rever
Seu sorriso um tanto sem graça
Preciso voltar
Mas uma vez com você lá na praça
Pra falar mais um pouco de mim
Encostar o meu corpo em seu corpo
E adormecer assim
Preciso rever o Seu sorriso um tanto sem graça...

terça-feira, 2 de outubro de 2007

Geraldo Azevedo - O Que Me Faz Cantar


O claro de estrela de luz cristalina
No arrebol ao longe anuncia
As cores do dia que está pra chegar
Um raio de sol na flor pequenina
Reflete a grandeza do seu criador
Que vem com certeza trazendo o amor

Vem amar, vem amar
Vem amar, vem amar
Vem ver o que é bom
Vem amar, vem amar
Vem ver o mundo todo clarear

Abrindo a cortina, mostrando a paisagem
A nossa viagem não vai acabar
Que seja infinita enquanto é verdade
A realidade que me faz cantar
Vem amar, vem amar
Que me faz cantar


E na correnteza o segredo da vida
A fonte do tempo não pode secar
O seu movimento nas ondas do mar
Na chuva,no vento,no meu pensamento
Numa semente a desabrochar
A força sublime do amor, vem amar

Vem amar,vem amar
Vem amar,vem amar
Vem ver o que é bom
Vem amar,vem amar
Vem ver o mundo todo clarear

E no fim da tarde, a lua crescente
O sol no poente já vai se deitar
Vai girando a terra,é a natureza
É tanta beleza,que me faz cantar

Vem amar,vem amar
Que me faz cantar

segunda-feira, 1 de outubro de 2007

A infância


Gosto desta imagem, mostra meu lado menino. Boné virado pra trás, short, tênis, a completa despreocupação com a vida e com o perigo.
Tempo bom esse!
Queria apenas chamar atenção. Provocar a ideia que pudesse me machucar ..srrsrsrsrsrsr
No alto da montanha .. neste caso no Pico do Papagaio-PNFLT, não há perigo algum se não o de torcer o pé por pisar no lugar errado.
Saudade.
Bem posso voltar lá e ver a cidade e comtemplar a natureza e ver que a cidade aumentou e o gosto pela aventura já não é o mesmo de quando era criança de não ter medo de nada.

Depois, quem sabe, talvez...

Outro dia, quem sabe, outro alguem me leve pra passear e leve consigo meu coração sonhador.
Depois, não sei, me perca nas redeas do destino e desfaço todos os nós que se propuseram no meu caminho.
Amanham, porém, quero que o dia seje somente meu e de mais ninguem. Que tudo que me cubra seje luz e misterio.
Daí, voce, que ousou ser mais do que queria ser e apresentou-se a mim como algo tão formidavel, deixa de ser singular e passa a ser mais um a se moldar nas curvas da sua vida.
Talvez , semana que vem, mude de ideia e coloque você no meu pedetal, banhado de ouro e prata, mostrando quando es valoroso pra mim.
Porém, nada me será me permitido se deixar que a minha vida corra assim, sem que fique algo de mim em ti e algo de vc em mim...
Depois, quem sabe, talvez você ouse me levar junto contigo pra onde teu mar possa me levar e marcar as pedras que estão juntos a beira do mar ....

sexta-feira, 28 de setembro de 2007

Contudo, porém....

Mais um final de semana se aproxima e sempre me convida pra dançar. Eu porém, acabo criando alguma forma pra não ficar dançando o tempo todo. Invento uma dor no pé, uma dor de cabeça ou até outro compromisso pra não me perder na noite valsando aos pés e mãos de muitos.
Acaba fim de semana, fica a vontande de dançar no meio do salão cheio, mau cheiroso, com música alta apenas o suficiente, de ver as mesmas caras que ali frequentam e observar apenas algumas novas.
Essa vontade fica até chegar o proximo final de semana e lembrar que contudo aquela agitação não te sacia a fome de viver melhor; vem a consciência lembrar que depois da bagunça tem que ter arrumação, tem responsabilidade e que não dá pra levar a sério os encontros e as promessas que são feitas no momento do prazer da dança ( são iguais a fumaça se desfaz com o vento).
Porém já é fim de semana e eu só quero ter uma dose de prazer e fingir que acredito nas tolices mil que no salão me proporciona.
Ai delicia!
Eu vou ao Baile perfumada e sonhando quantos pés vou pisar e quantas gargalhadas vou dar de mim mesma por não saber dançar. Apresentar minhas amigas aos carinhas do lugar e dar voltas em todos que tentarem me conquistar....
Ai prazer !!
Depois começa a semana e a dor de cabeça vem junto com a ideia de culpa: porque fiz isso?
Bem.... Assim vou evitando os bailes da vida e as bagunças democraticas que apesar de me darem prazer instantaneo acabam me levando o tempo do meu descanço.

quarta-feira, 26 de setembro de 2007

Previsão do tempo

O Dia amanheceu nublado, frio e com cara de que vai chover ...
Meu tempo esta chuvoso completamente encoberto. Sem vista para as montanhas ou para o mar.
No mar, com previsão de resacas e ondas altas em toda orla da Barra.
Dentro de mim as ondas estão escavando as areias das praias com muita velocidade, quase derrubando o quebra-mar.
A chuva e o frio me faz ficar em silêncio morbido.
Amanham o sol vai surgir e esse tempo vai mudar novamente.

terça-feira, 25 de setembro de 2007

Roberta Sá - Mais Alguém

Não sei se é certo pra você
Mas por aqui já deu pra ver
Mesmo espalhados ao redor
Meus passos seguem um rumo só
E num hotel lá no Japão
Vi o amor vencer o tédio
Por isso a hora é de vibrar
Mais um romance tem remédio
Não deixe idéia de não ou talvez
Que talvez atrapalha

O amor é um descanso
Quando a gente quer ir lá
Não há perigo no mundo
Que te impeça de chegar
Caminhando sem receio
Vou brincar no seu jardim
De virada desço o queixo e rio amarelo (2x)
Agora é hora de vibrar mais um romance tem remédio
Vou viajar lá longe tem
O coração de mais alguém

Não deixe idéia de não ou talvez
Que talvez atrapalha

O dia de hoje


Ontem, já em casa me deu uma vontade de sumir. Novamente esse desejo veio como um espinho em baixo do meu pé me incomodando.
Hoje, novamente tive essa vontande de me esconder, com a esperança que encontre me e resgatam me...
Mas como vão me encontrar?
Por que teriam que me resgatar?
Quem seria essa pessoa ou essas pessoas?
Por que esse desejo de me retrair, de tentar me preservar, de esconder-me de todos?
As vezes penso que seria apenas uma tentativa frustada de tentar descobri quem realmente gosta de mim....
Com isso tenho me exposto tanto, também numa maneira de me auto afirmar minha "quase" auto suficiência(que absurdo!), buscando mais avaliar o que busco do que sou. Traçando retas sobre aqueles que tentam comigo buscar algo....
Que viagem!

Nesta milhas que percorro neste tempo de hj, lembro dos amigos que tenho e os que perdi sobre as retas que tracei na minha vida. Hoje, não mais que hoje, sei que tive muitos amigos e os deixei partir para seguir seus proprios destinos. Não os perdi ou ganhei, apenas compartilhei com eles o tempo que tinha e o melhor que poderia os oferecer.
Os meus amigos de hoje não são os mesmos de ontem e não seram os mesmo de amanham, pois ninguem entra num rio duas vezes, e cada vez q estou com eles sei que mesmo a essencia sendo a mesma, o conteudo já mudou de lugar.
Amo os meus amigos de todos os tempos, pois sei que eles estão comigo e eu com eles em pensamento.
Onde vc estiver eu estarei contigo
e aonde for levarei vc comigo.

sexta-feira, 21 de setembro de 2007

Ao meu avô - avidor.

"Eu não sou daqui
Marinheiro só
Como ele vem faceiro
Marinheiro só
Todo de branco
Marinheiro só
Com seu bonezinho
Marinheiro só
Ô, marinheiro, marinheiro
Marinheiro só
Ô, quem te ensinou a nadar
Marinheiro só
Ou foi o tombo do navio
Marinheiro só
Ou foi o balanço do mar
Marinheiro só"
No inicio da aviação de passageiros no Brasil, existia uma empresa chamada Condor, apesar das viagens serem pelo ar, alguns aviões da época tinha seu trêm de pouso tipo balsas para aterrissagem na água. Com isso estes aviões "águaticos"tinham boías e até coisas que lembram mais com a marinha do que aeronautica. Mas como nessa epoca eu não fazia parte deste mundo, pode ser que esta foto seja apenas uma montagem do meu avô com alguns amigos numa marina provavelmente no Caju ou em outro lugar do Brasil onde ele esteve como mecânico das máquinas voadoras da Condor.
Um dia quem sabe contém uma história sobre as empresas aeréas brasileiras, não só da Panair ou da Vasp, mas todas como ícones de seu tempo.
Ao meu avô que pouco conheci, com seu espirito desbravador, a imagem de um marinheiro dos ares.

a serra do mar


Saudade - Harald Zerfas e as montanhas


Durante muito tempo fiquei buscando algo que mostrase o que sentia ou mesmo o que admirava em meu pai. Tempo passou, e hoje já são 14 anos de saudade e de vontade louca de voltar ter 10 anos para disputar o melhor lugar para ficar ao lado dele.
Contudo prefiro manter a lembrança desses dias em que andava no seu calcanhar pertubando cada segundo de sua atenção, querendo ser o alvo de tudo que fazia.
Assim aprendi com as montanhas que não adinta conquistar o cume se voce não se conquistar pelo fato de ter conseguido estar ali vivo junto com tudo que Deus criou.
Também ando longe delas , talvez porque a saudade constante das palavras do meu pai de cuidado e atenção de onde fazer o que, ficaram enpregadas pelas trilhas das florestas que andei, sem ele, os cumes já não tem mais o viço e o prazer de ser conquistado.
Aos que o conheceram souberam quanto ele era um cara maluco e com espirito de perter pan.
Ao meu pai , minha saudade e as alegrias de sonhar com tudo poder ser possivel.
 
 
 
E ai vc conheceu  Harald Zerfas?
É ele era montanhista nas horas vagas.
Professor de geografia duas vezes na semana
Trabalhava na EBAL, seis dias da semana.
Era meio esquisito. Chamavam as vezes de escoteiro outras de Caxias.
Normalmente não o chamavam pelo nome.
Se tem alguma historia pra contar deste cara conta aqui!

quinta-feira, 20 de setembro de 2007

Queimadas

Desde de domingo tenho visto muitos incendios, em florestas, no transito, na favela....

Pelo jeito setembro esta sendo marcado pelo fogo que destroi rápidamente tudo que ali existe com agilidade e serenidade, enquanto não chove ou tentam apaga-lo de qualquer forma.

Realmente este mês foi bastante seco, sem muitas nuvens no céu, com finds de semanas agradaveis com sugestão de praia e tudo que se pode fzer ao ar livre.

Pra mim setembro sempre é mês de reflexão, reavalição de tudo q estou vivendo ou que já vivi; não na intensão de mudar, mas de aaprender com as coisas e programar o futuro, tentando apontar novas direções.

A minha vida pessoal esta queimando também como as florestas. Como tudo estivesse sendo contorcido, deformado, ardendo, esmanhecido....

As ideias tem ido e vindo, as vontades tem sido por muitas de fugir outras de gritar.

Contudo, vou seguindo a trilha da minha vida, vivendo cada coisa em seu tempo.

Que tudo seja no tempo de Deus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...